image-facebook-padrao
Máquina que destrói cartões vencidos chega às estações de metrô de SP
26 de janeiro de 2013
Fernando_de_Noronha_-_Pernambuco_-_Brasil(5)
Campanha de reciclagem de cartões de plástico chega a Fernando de Noronha
26 de abril de 2016

As máquinas papa-cartão

PAPA_CARTOES_OK_3

Afonso Capelas Jr. – 03/10/2014 às 14:29

Você já se perguntou para onde vão todos aqueles cartões plásticos de crédito, débito, planos de saúde, seguros ou mesmo os de transporte público disponíveis em cidades como São Paulo quando os descarta? Certamente são despejados em algumlixão ou aterro sanitário.

Incomodado com o destino incerto de todo esse material, que é feito de plástico PVC, o empresário pernambucano Renato Soares de Paula – ele mesmo um fabricante desses cartões – resolveu inventar uma máquina papa-cartão.

Para ter ideia, as estimativas dão conta de que circulam no Brasil por volta de umbilhão desses cartões de PVC. Juntando tudo dá, em média, 600 toneladas de plástico que podem ser reaproveitados.

A máquina funciona assim: você coloca seu cartão em uma fenda apropriada, gira a manivela ao lado e pronto: o plástico é triturado imediatamente. Depois os restos são recolhidos e reciclados. Podem se transformar em capas de caderno, copos, crachás e outros produtos.

Pois bem, no ano passado algumas dessas máquinas foram instaladas em lugares estratégicos por ter grande movimento de pessoas, como estações de metrô,shoppings e condomínios. Assim, as máquinas começaram a pipocar em várias cidades brasileiras. Mas eram poucas.

Em São Paulo duas delas foram instaladas nas estações Paraíso e Consolação do metrô. Confesso que nunca me deparei com nenhuma.

Agora o Ministério do Meio Ambiente (MMA) está querendo incentivar a proliferação das papa-cartão com uma campanha de coleta e reciclagem de cartões de plástico. A campanha faz parte do programa Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P).

Para tanto, várias delas foram instaladas, esta semana, no Jardim Botânico, Rio de Janeiro, e na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Mais desses coletores serãodisponibilizados também em outras sedes de órgãos públicos, especialmente na Capital Federal. Entre eles a Agência Nacional de Águas (ANA), Serviços Florestal Brasileiro, Exército Brasileiro, Advocacia Geral da União e Câmara dos Deputados.

Muito bom. Só não entendi porque as máquinas papa-cartão ficarão disponíveis apenas até fevereiro de 2015 nesses locais. Porque não deixá-las por mais tempo ou permanentemente? Porque não estender a campanha para outros locais públicos e cidades?

 

Imagem – Paulo de Araújo/MMA

Fonte: http://planetasustentavel.abril.com.br/blog/sustentavel-na-pratica/as-maquinas-papa-cartao/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *